Vereador repudia críticas de deputado federal às universidades públicas

por Clarisse Oliveira — publicado 13/08/2019 19h02, última modificação 13/08/2019 19h02
Colaboradores: Fotos: Olenildo Nascimento
Para Marcos Henriques (PT), as afirmações de Julian Lemos desrespeitaram tanto os alunos quanto os professores universitários

O vereador Marcos Henriques (PT) repudiou as declarações do deputado federal Julian Lemos (PSL) proferidas durante entrevista concedida a programa de TV paraibano. Segundo o vereador, o deputado estadual afirmou que as pessoas saem das universidades “com o cabelo vermelho e fumando maconha”. Marcos Henriques se pronunciou na tribuna da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), na manhã desta terça-feira (13).

“Foi uma colocação muito infeliz, de um desrespeito grande com professores e alunos das universidades públicas, que têm uma produção intelectual louvável. O deputado, dentro da lógica de depreciar a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), fez uma declaração ridícula. Estou aqui para repudiar essa atitude, que reflete um governo que quer tirar a autonomia das universidades, tonando-as vulneráveis e tirando dos conselhos universitários os espaços de decisão”, declarou o vereador, referindo-se ao programa Future-se, do Governo Federal, que pretende abrir o capital privado para financiamento das instituições federais.

Para o parlamentar, o Governo Federal tenta sucatear as universidades públicas com objetivo de privatizá-las. “Com o contingenciamento de recursos, em setembro a UFPB não vai mais funcionar. Durante audiência pública realizada na Assembleia Legislativa, a reitora Margareth Diniz e o reitor Ricácio Lopes disseram que as instituições federais não se sustentarão com esse contingenciamento. Assim, fica claro que o objetivo é privatizar e limitar o acesso às universidades públicas”, avaliou.

Emendas impositivas

Ainda durante pronunciamento, Marcos Henriques parabenizou o vereador Bruno Farias (PPS) por ingressar com uma notícia-crime no Ministério Público da Paraíba (MP-PB) a respeito do não cumprimento das emendas impositivas por parte do prefeito da Capital, Luciano Cartaxo (PV).

“Gostaria de parabenizar o vereador Bruno Farias pela atitude proativa de denunciar à Justiça a falta de cumprimento das emendas impositivas. Todos os portais passaram a publicar e a compreender o que se passa no Município, que é um crime de responsabilidade, que pode causar impedimento ao mandato do prefeito Luciano Cartaxo. Deixo minha indignação ao não cumprimento das emendas e minha disposição de lutar para que sejam cumpridas, e também entrar na Justiça, pois quando as coisas não são cumpridas pelo meio democrático, temos que utilizar o meio jurídico”, enfatizou.

O vereador Bruno Farias agradeceu os elogios. “Quando ingressei no Ministério Público foi em defesa da independência do Poder Legislativo. Nem as emendas destinadas à saúde foram implementadas em sua totalidade. E não me venha dizer que as emendas não foram executadas por falhas técnicas, porque todas as minhas emendas foram sancionadas, e a sanção é um carimbo de confirmação legal de que aquelas emendas estão aptas para serem executadas”, explicou.